Ainda dá tempo de se vacinar contra o sarampo! 💉 | Vitta Vivace

Ainda dá tempo de se vacinar contra o sarampo! 💉

vacina

Com início em 10 de junho e data prevista para terminar em 16 de agosto, a campanha de vacinação contra o sarampo em São Paulo tem a meta de proteger mais de 4 milhões de jovens e adultos. A poucos dias do término da iniciativa, mais de 900 casos de pessoas infectadas foram registrados no estado. Se você ainda não se vacinou, chame a família e os amigos e procure um posto de saúde mais próximo.

Dos 967 casos de sarampo registrados pela Secretaria Estadual da Saúde, até 31 de julho, mais de 770 notificações foram da cidade de São Paulo. Santos teve o segundo maior número de casos, com 23 registros, Guarulhos, 22, e Fernandópolis e Santo André, com 21. De acordo com o Ministério da Saúde, em algumas partes do mundo, a doença é uma das principais causas de morbimortalidade entre crianças menores de cinco anos de idade.

A doença estava praticamente erradicada no estado de São Paulo, mas com o surgimento de novos casos, a secretaria criou a campanha e fez um trabalho de orientação nos hospitais para o atendimento de pacientes com suspeita de sarampo.

A vacina contra o sarampo foi criada há mais de 50 anos. Licenciada nos Estados Unidos, a vacina foi responsável por eliminar a doença em muitos países. No Brasil, existe desde os anos 70. Porém, em 2017, o surto de sarampo na Venezuela resultou em uma transmissão endêmica nas Américas, por isso, a importância da campanha de vacinação no Brasil, principalmente, em São Paulo, em que registrou dados alarmantes.

 

O sarampo*

É uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, transmitida pela fala, tosse e pelo espirro. Extremamente contagiosa, pode ser contraída por pessoas de qualquer idade e prevenida pela vacina.

Um paciente com o vírus pode infectar cerca de 12 a 18 pessoas, em locais públicos, como transportes coletivos, por exemplo.

 

Sintomas

Manchas vermelhas, que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas, febre alta, dor de cabeça, tosse, conjuntivite e coriza.

As complicações mais comuns do sarampo são infecções respiratórias, otites, doenças diarreicas e neurológicas. Essas complicações podem deixar sequelas como a diminuição da capacidade mental, cegueira, surdez e retardo do crescimento. O agravamento da doença pode levar à morte de crianças e adultos.

Não existe tratamento específico para o sarampo, apenas é recomendável a administração da vitamina A em crianças acometidas pela doença, para reduzir a ocorrência de casos graves e fatais. O tratamento profilático com antibiótico é contraindicado.

*Fonte: Ministério da Saúde.

  

Quem deve se vacinar 😷 

  • Crianças entre 12 meses e 5 anos: uma dose aos 12 meses (tríplice) e outra aos 15 meses (tetra viral).
  • Crianças de 5 anos a 9 anos (que perderam a oportunidade de serem vacinadas anteriormente): duas doses da vacina tríplice.
  • Adolescentes e adultos até 49 anos, sendo:
    Pessoas de 10 a 29 anos –  duas doses da vacina tríplice.
    Pessoas de 30 a 49 anos – uma dose da vacina tríplice viral.

 

 

Onde se vacinar 🏥

Em postos do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Mais informações no portal do Ministério da Saúde.

 

Comments are closed.